Jack3d – Conheça mais sobre os componentes desse pré-treino!


Jack3d potes

Jack3d – USP Labs é o pré-treino que virou febre nas academias. Você conhece para que serve cada componente? Aqui mesmo no Saúde e Suplementos tem um artigo, o Jack3d -Suplemento Jack3d -Como tomar? E quais seus efeitos! que explica os benefícios, efeitos colaterais, como tomar, relatos e comentários das pessoas que tomaram! Recentemente recebi um comentário do nosso leitor Daniel Silva que me sugeriu um artigo falando sobre os componentes do Jack3d, realmente é muito interessante as pessoas obterem mais informações  sobre seus componentes antes de fazer o uso do mesmo!

Se você está querendo comprar o Jack3d, já toma o mesmo ou simplesmente quer saber mais, leia as informações sobre alguns componentes do Jack3d e conheça a composição desse pré-treino!

Componentes do Jack3d UspLAbs:

1,3-Dimethylamylamine: esse é o mais comentado do suplemento, basicamente é um extrato ou óleo da planta gerânio. Este composto supostamente imita os efeitos da adrenalina em doses pequenas. No momento é legal na maioria dos lugares, mas devido a algumas má impressões e falta de estudos abrangentes pode ser considerado ilegal pela FDA, no futuro. É mais utilizado por praticantes de musculação por causa de seus efeitos estimulantes. Em conjunto com outras ervas que tem sido conhecido para induzir euforia e geral e sensação de bem estar. Em doses controladas de 45-50mg, pode produzir o efeito termogênico e apresenta segurança se usado corretamente. Porém,  como qualquer outro estimulante o consumo excessivo pode ser prejudicial.

Beta-Alanina: é um aminoácido não-essencial e é o única forma natural de beta-aminoácido. Beta-Alanina não deve ser confundido com alanina regular, beta-alanina é classificada como um aminoácido não-proteinogénicos, já que não foi concebido para ser usado na construção das proteínas. Alimentos naturais com as maiores fontes de beta-alanina são os alimentos ricos em proteínas, como frango, peixes, carne bovina e suína. É predominantemente através da ingestão de um dipeptídeo chamado carnosina que nós ingerimos a beta-alanina. No entanto, a obtenção de beta-alanina por esses dipeptídeos não é a única maneira. Nosso corpo pode sintetiza-lo no fígado e também pode ser ingerido através de suplementação direta.
Se você for se exercitar,  especialmente  se tratar de exercícios de alta intensidade, nosso corpo acumula uma grande quantidade de íons de hidrogênio (H +), fazendo com que o pH muscular caia (se tornam mais ácidos). Em poucas palavras, H + em excesso, diminui a força e causa a fadiga mais rápida.
Se você se suplementar com  3,2 g a 6,4 g por dia de beta-alanina pode aumentar significativamente os níveis de carnosina ( carnosina é um precursor poderoso da enzima óxido nítrico sintase, um grupo de enzimas necessárias para a produção do óxido nítrico)  e com isso você melhora o desempenho. A pesquisa mais recente, mostra que 4 a 5 g por dia, apresentam concentração de carnosina e melhorias de desempenho comparáveis à aqueles que utilizam 6,4 g por dia. Sugere-se o uso de 4 g de beta-alanina por dia, com uma fase de carga opcional duas semanas de 6 g por dia durante o primeiro mês de uso. OS benefícios de desempenho podem ocorrer após uma semana, sendo mais comum após a segunda semana.


Creatina Monoidratada: A creatina é um derivado de aminoácidos que ocorre naturalmente em nosso corpo. A maioria da creatina (95%) situa-se nos músculos, e os 5% restantes estão no cérebro, coração e testículos. As principais  fontes naturais na alimentação é no consumo de proteínas ( carnes, peixes, ovos, nozes, sementes e produtos lácteos) . Creatina é um dos suplementos mais pesquisados em todo o mundo e um dos seus maiores mitos está relacionado com uma possível sobrecarga renal. No entanto, em uma revisão de literatura dos 25 anos de estudos científicos realizados com a creatina, apenas dois relatos de problemas renais, e estes dois relatos estavam vinculados à portadores de doença renal. Em julho de 2010, a ANVISA, órgão brasileiro responsável pela regulamentação de medicamentos e suplementos, reconheceu os benefícios da creatina com relação à seu uso na nutrição esportiva. A creatina também não está entre as substâncias proibidas pelo Comitê Olímpico Internacional.

Arginina: A L-arginina é um dos aminoácidos codificados pelo código genético, sendo portanto um dos componentes das proteínas dos seres vivos. Em mamíferos, a L-arginina pode ou não ser considerada como aminoácido essencial dependendo do estágio do desenvolvimento do indivíduo ou do seu estado de saúde.


É encontrado em vários alimentos, principalmente os protéicos como aves, peixes e laticínios. Uma das utilidades da L-arginina no corpo é a síntese de  óxido nítrico que provoca constrição dos vasos sanguíneos aumentando o fluxo de sangue, sendo assim utilizado no tratamento  de algumas doenças como a insuficiência cardíaca congestiva, hipertensão, claudicação intermitente e disfunção erétil.
L-arginina também estimula a liberação de hormônio do crescimento, insulina e outras substâncias no corpo. L-arginina pode causar alguns efeitos colaterais como dor abdominal, distensão abdominal, diarreia, gota, anormalidades sanguíneas, alergias, inflamação das vias aéreas, agravamento de asma e pressão arterial baixa.

Dimetilamilamina: também conhecida como Metilhexanamina, é uma amina alifática e um vasoconstritor utilizado como descongestionante nasal.
Apesar de classificada como suplemento alimentar nos Estados Unidos, foi incluída pela Agência Mundial Antidoping em 2009 em sua lista de substâncias dopantes. Também por este motivo, não é comercializada nos Brasil.
Schizandrol A: Schizandrol A, também escrito Shizandrol A, é um componente dos frutos secos, da planta Schizandra chinesis. Estudos descobriram que schizandrol é capaz de inibir o sistema nervoso central, enquanto eleva os níveis de dopamina e DOPAC. Melhorando o humor, especialmente quando combinado algum estimulante do sistema nervoso, tal como a cafeína ou 1,3-Dimetilamilamina, por isso, também pode ser utilizado no tratamento de transtornos de comportamento, ansiedade e depressão.

Metilxantinas: são alcalóides com alto poder estimulador do sistema nervoso central, encontradas principalmente no café, cacau e chá.

Alfa-cetoglutarato: é um dos dois derivados cetona do ácido glutárico. O ácido alfa-cetoglutárico é vendido como suplemento nutricional sob a designação AKG ou a-KG. Normalmente ligado à arginina ou ornitina. Uma das suas funções inclui a síntese de ácido glutâmico e depois glutamina através da incorporação de amónia. Arginina alfa-cetoglutarato, ou AAKG, é uma combinação do aminoácido arginina com uma molécula de ácido alfa-cetoglutárico anexado. Os benefícios da arginina alfa cetoglutarato são quase o mesmo que os da arginina. Atualmente existem provas científicas, porém, ainda não são conclusivas sobre estes supostos benefícios.

Quer saber mais sobre o Jack3d?  Clique no título (link) abaixo:

Jack3d -Suplemento Jack3d – Como tomar? E quais seus efeitos!

Composição do Jack3d

jack3d composição bula componentes

Atenção: o suplemento alimentar importado Jack3d não é liberado pela ANVISA !

Nota: O site Saúde e Suplementos é apenas informativo, esses foram os componentes que eu encontrei  nas pesquisas realizadas sobre o Jack3d! Porém, falta algum componente não informado nesse artigo! Antes de fazer o uso do mesmo, reflita sobre suas condições físicas e de saúde! Procure seu médico e um especialista em nutrição esportiva!

Se você já fez o uso do suplemento, quer fazer, tem dúvidas e etc. Participe deixando seus relatos e comentários! Com certeza irá contribuir com muitos leitores!

Adicionar a favoritos link permanente.

3 Comments

  1. Galera, a FDA proibiu a comercialização do Jack3d com a formula atual com alta dose de 1,3 DMAA. Nos EUA ele está sendo retirado do mercado até ser reformulado. Outro concorrente, o 1.M.R já reformulou e agora não tem mais o 1,3 DMAA. Ainda não vi relatos de quem usou o novo produto e qual a sua eficacia.

  2. Obrigado, esse artigo me ajudou a tirar 10 no seminário!

  3. Muito massa o Jack3d! Esse artigo é uma aula! Bacana, aprendi muito coisa que até então eu desconhecia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *